Mostrando postagens com marcador Excel. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Excel. Mostrar todas as postagens

20 de abril de 2022

Como Somar os Números de uma Mesma Célula no Excel

 

Suponha que você tem uma célula com um número e precisa somar todos os dígitos para fazer por exemplo, alguma validação numérica. Usando as funções ABS E EXT.TEXTO do Excel é possível fazer esse cálculo.

Vamos mostrar como somar todos os dígitos de um número da célula A1 e exibir o resultado na célula B1.

Como somar os números

Preencha na célula A1 o número que deseja fazer a soma de todos os dígitos. Na célula B1 digite a fórmula que é válida para um número com nove dígitos:

=ABS(EXT.TEXTO(A1;1;1))+ABS(EXT.TEXTO(A1;2;1))+ABS(EXT.TEXTO(A1;3;1))+ABS(EXT.TEXTO(A1;4;1))+ABS(EXT.TEXTO(A1;5;1))+ABS(EXT.TEXTO(A1;6;1))+ABS(EXT.TEXTO(A1;7;1))+ABS(EXT.TEXTO(A1;8;1))+ABS(EXT.TEXTO(A1;9;1))

A função ABS retorna o valor de um número sem o sinal.

A função EXT.TEXTO retorna um carácter de uma cadeia de texto, a partir da definição da posição do carácter e do comprimento.

EXT.TEXTO(célula;posição_inicial;número_dígitos_para_ler)

Em nossa fórmula observe que é feita a soma de todos os dígitos do número, usando a função EXT.TEXTO, para obter cada dígito. Como o número possui nove dígitos, usamos a função nove vezes, uma para cada dígito.


Agora que você aprendeu uma forma de somar os números de uma mesma célula no Excel, altere a fórmula para a quantidade de dígitos do número de sua célula.

Leia a seguir

Como Inserir Datas Sequencialmente no Excel
Como Separar Texto em Várias Colunas no Excel
Como filtrar e contar valores distintos no Excel

5 de abril de 2022

Como Inserir Minigráficos nas Células do Excel


Os minigráficos do Excel são gráficos exibidos em uma única célula. Os minigráficos podem ser usados para exibir, por exemplo, tendências de campanhas de marketing, comparar informações mês a mês, tendências de séries de valores, realçar valores máximos e mínimos.

O Excel fornece três tipos de minigráficos:

  • Linha
  • Coluna
  • Ganhos e Perdas

Para mostrar como criar os minigráficos, vamos usar uma planilha para exibir informações do primeiro semestre de uma campanha de marketing, com a evolução mensal de usuários, visualizações e ganhos de um site.

TABELA DE CONTEÚDO

Como criar o minigráfico
Como criar marcadores no minigráfico
Como formatar o minigráfico
Como exibir células vazias no minigráfico
Como desagrupar o minigráfico
Como excluir o minigráfico

Como criar o minigráfico

Para criar um minigráfico selecione as células onde estão os valores para serem exibidos no minigráfico, vá para a guia Inserir, no grupo Minigráficos selecione o gráfico desejado.

Na janela Criar Minigráficos, no campo Escolha onde os minigráficos deverão ser colocados, preencha com a posição da célula onde deseja inserir o minigráfico. Normalmente é a primeira célula após as células de dados e clique em Ok.


No exemplo abaixo, usamos o minigráfico de Linha para exibir a tendência de usuários, de Coluna a tendência de visualizações e Ganhos/Perdas a tendência de ganhos.


Os minigráficos são atualizados automaticamente, quando você atualiza os dados das células que compõem o minigráfico.

Como criar marcadores no minigráfico

Você pode inserir pontos nos minigráficos para destacar alguns pontos importantes, como ponto mais alto, mais baixo, primeiro ou último ponto.

Para mostrar os pontos vá para a guia Minigráfico, que é exibida somente se uma célula que tem minigráfico estiver selecionada, no grupo Mostrar selecione o ponto desejado. No exemplo, selecionamos o ponto mais alto e o mais baixo no gráfico de Coluna. Observe que os pontos mais alto e mais baixo foram destacados com uma cor diferente


Além desses pontos, o minigráfico de Linha possui um recurso a mais do que os outros minigráficos, os marcadores, que você pode inserir em cada ponto do minigráfico. Para inserir os marcadores selecione o minigráfico de Linha, vá para a guia Minigráfico, no grupo Mostrar selecione Marcadores

Observe que esta opção está habilitada somente se estiver selecionado um minigráfico tipo Linha.


Como formatar o minigráfico

Após inserir o minigráfico podemos formatar o gráfico, selecionando dentre vários estilos, o que melhor representa o gráfico, a cor do minigráfico e a cor dos marcadores. 

Para acessar vá para a guia Minigráfico, no grupo Estilo e selecione os estilos desejados.


Como exibir células vazias no minigráfico

Os dados de sua planilha podem ter algumas células que não estão preenchidas, nesse caso o minigráfico fornece algumas opções de como representar as células vazias. As opções são:

  • Lacunas
  • Zero
  • Conectar pontos de dados com a linha

Para configurar como exibir as células vazias no seu minigráfico vá para a guia Minigráfico, no grupo Minigráfico, selecione Editar Dados e depois Células ocultas e vazias.


Na janela Configurações de Células Ocultas e Vazias, selecione como deseja exibir o dado da célula vazia, se em Lacunas, se com valor Zero ou  Conectar os pontos diretamente entre a célula vazia.

Nessa janela você também pode optar se deseja exibir ou não os dados existentes em colunas ocultas, através da seleção do campo Mostrar dados em linhas e colunas ocultas.


No exemplo, selecionamos a opção Lacunas.


Como desagrupar os minigráficos

Se você optou por criar o mesmo tipo de gráfico em várias linhas de sua planilha e depois decidiu mudar alguns minigráficos para outros tipos, você deve desagrupar os gráficos antes de alterar o tipo de cada gráfico.

No exemplo temos uma planilha onde todos os minigráficos são do tipo Linha, vamos mudar o minigráfico de Visualizações para tipo Coluna e Ganhos para Ganhos/Perdas.


Para desagrupar selecione as células que contém os minigráficos, vá para a guia Minigráfico, no grupo Agrupar e selecione Desagrupar


Agora você pode selecionar cada minigráfico e fazer a alteração selecionando o minigráfico desejado, no grupo Tipo da guia Minigráfico.

Como excluir o minigráfico

Se deseja excluir o minigráfico da célula, selecione a célula que contém o minigráfico, vá para a guia Minigráfico, no grupo Agrupar selecione Limpar.


Leia a seguir

16 de março de 2022

Como Inserir Legenda Automática em Gráficos no Word


O Word possui uma forma de inserir legendas com numeração sequencial em tabelas, figuras e equações. Além desses objetos podemos também inserir legendas de forma automática em outros tipos de objetos no Word.  

Quando precisamos fazer gráficos normalmente usamos o Excel pela facilidade de entrada e tratamento dos dados. Com o recurso de inserção de legenda automática nos objetos do Word, fica rápido e prático inserir legendas automaticamente nos gráficos do Excel, inseridos no documento do Word. Se pensarmos em relatórios, por exemplo, podemos usar o Word para escrever o relatório e inserir gráficos do Excel já com as legendas.

Vamos mostrar como inserir legendas automáticas nos gráficos do Excel, dentro de um documento Word. 

Como configurar legenda automática

Antes de inserir os gráficos no documento Word vamos configurar a legenda automática, de forma que toda vez que inserirmos um gráfico do Excel no documento, o Word insere a legenda configurada.

Para inserir a legenda no documento Word vá até a guia "Referências", no grupo "Legendas" clique em "Inserir Legenda". Na janela "Legenda", clique no botão "AutoLegenda".


Na janela "AutoLegenda", no campo "Adicionar legenda ao inserir", selecione "Microsoft Excel Chart".

Nas opções da janela "AutoLegenda" clique no botão "Novo Rótulo" e digite o texto da legenda. Esse texto vai aparecer em todas as legendas, junto com um número sequencial. Para o nosso exemplo vamos usar o texto "Gráficos de Cotação".

Podemos colocar a legenda acima ou abaixo do gráfico. Vamos optar por colocar acima do gráfico selecionando no campo "Posição" o item "Acima do item".


Com a legenda configurada podemos iniciar a inserção dos gráficos do Excel no documento Word.

Como inserir o gráfico do Excel no Word

Para mostrar a inserção de legendas automáticas quando incluir um gráfico do Excel no Word, vamos incluir gráficos com informações de cotação, como exemplo.

Para incluir o gráfico no documento Word vá até a guia "Inserir", no grupo "Texto", clique em "Objeto…".


Na janela "Objeto" vá até a guia "Criar Novo", no campo "Tipo de objeto" selecione "Microsoft Excel Chart" e clique no botão "Ok".

O Word cria um gráfico do Excel com duas pastas prontas para edição, "Gráfico1" e "Planilha1", onde podemos inserir os dados na tabela e formatar o gráfico

Observe que o Word adicionou a legenda "Gráficos de Cotação 1" acima do gráfico no documento Word, de acordo com o que configuramos anteriormente.


Agora podemos entrar na pasta "Planilha1" e fazer as alterações para o nosso gráfico de cotação.

A figura abaixo exibe dois gráficos do Excel já editados com as cotações, inseridos em um documento do Word com legenda automática.



Podemos editar o gráfico do Excel criado no Word a qualquer momento, dando um duplo clique no gráfico. 

Leia a seguir

3 de março de 2022

Como Separar Texto em Várias Colunas no Excel

 

Quando reaproveitamos dados de outras fontes de informações, podemos nos deparar com a informação em uma única linha de texto como nome e sobrenome ou todos os dados de endereço. Na planilha Excel existe um recurso que converte facilmente o texto separando-o em colunas, o que facilita a organização, a utilização e o armazenamento dos dados. 

Vamos mostrar como separar uma coluna de texto em várias colunas no Excel. Como exemplo, usaremos uma coluna que possui as informações de endereço, bairro, CEP e vamos separar em quatro colunas, uma para o endereço, uma para o número, uma para o bairro e uma para o CEP.

Como usar "Texto para Colunas"

Selecione todas as células com as informações do endereço. Vá até a aba “Dados”, no grupo “Ferramentas de Dados", selecione “Texto para Colunas”.


Na janela “Assistente para conversão de texto em colunas - etapa 1 de 3” selecione “Delimitado” no campo “Tipo de dados originais” e clique no botão “Avançar”.

Na janela “Assistente para conversão de texto em colunas - etapa 2 de 3” selecione “Vírgula” no campo “Delimitadores”, já que os dados de endereço, número, bairro e CEP, do nosso exemplo, estão separados por vírgula. 

Nesse campo você deve selecionar o delimitador presente em seus dados. O Excel oferece algumas opções como Tabulação, Ponto e Vírgula, Vírgula, Espaço e Outros, onde podemos inserir um delimitador customizado.

Observe que na janela do assistente quando selecionamos o delimitador, o Excel já mostra como os dados serão separados no campo “Visualização de dados” na janela do assistente.


Na última etapa do assistente podemos definir o formato dos dados de cada coluna. No caso de termos colunas com números, datas ou se quisermos ignorar alguma coluna durante a separação do texto, podemos definir o que fazer e qual formato usar em cada coluna.

Na janela “Assistente para conversão de texto em colunas - etapa 3 de 3” podemos definir o formato no campo “Formato dos dados da coluna” que possui as opções:

  • Geral: O formato Geral converte automaticamente a coluna selecionada com número em campos numéricos, as colunas com datas em campos de data e todos os outros formatos em texto.
  • Texto: O formato Texto converte a coluna selecionada em texto.
  • Data: O formato Data converte a coluna selecionada em data com a opção para escolher a ordem do dia, mês e ano.
  • Não importar coluna (ignorar): Esse último item não converte a coluna selecionada para nenhum formato e nem exibe a coluna após a finalização do assistente. Esse item é útil para excluir uma coluna na separação final do texto.

Por padrão o Excel define todas as colunas com o formato “Geral”, mas se quisermos alterar o formato basta selecionar a coluna desejada no campo “Visualização de dados'' e selecionar o formato adequado no campo “Formato dos dados da coluna”.

Normalmente o formato “Geral” atende aos requisitos da maioria dos dados. Após a definição dos dados vamos selecionar o local de destino dos dados convertidos. Clique na seta do lado direito do campo “Destino” e clique na planilha na célula do destino desejado, ou digite a posição da célula diretamente no campo “Destino”.


Clique no botão “Concluir” e obtenha os dados de endereço, número, bairro e CEP separados por coluna.


Leia a seguir

24 de fevereiro de 2022

Como Inserir Datas Sequencialmente no Excel

 

O Excel é muito prático para inserir dados sequenciais em células através do recurso de arrastar e soltar, mas existe uma outra forma de inserir dados sequencialmente chamado “Série”. O recurso de arrastar e soltar é prático quando temos uma quantidade não muito grande de dados para inserir, mas por exemplo, se quisermos inserir uma coluna com a data de todos os dias do ano é trabalhoso usar o recurso de arrastar, para uma informação que usa 365 linhas para representar todos os dias do ano.

Vamos mostrar como usar  o comando “Série” do Excel para inserir datas sequencialmente por dia, dia da semana, mês e ano.

Como usar o comando Série

Para usar o comando “Série” vá até a aba “Página Inicial”, no grupo “Edição”, selecione o comando “Série”.


Na janela “Série” temos as opções de usar as séries em linhas ou colunas e podemos escolher o tipo de série, se linear, crescimento, data ou autopreenchimento. Vamos detalhar o uso de séries para o tipo Data. 


Em todos os exemplos das sequências vamos usar a formatação de data nas células.

Sequência por dia

Na sequência por dia vamos inserir na primeira coluna todos os dias do ano de 2022.

Para inserir todos os dias do ano, digite a data do primeiro dia do ano na primeira linha da primeira coluna, selecione a coluna inteira, vá até a aba “Página Inicial”, selecione o comando “Série” no grupo “Edição”, preencha os campos da janela Série com as seguintes informações e clique em “Ok”:
  • Série em: Colunas
  • Tipo: Data
  • Unidade de data: Dia
  • Incremento: 1
  • Limite: 31/12/2022
O resultado é uma coluna preenchida com a data dos 365 dias do ano:


Sequência por dia da semana

Na sequência por dia da semana vamos inserir na primeira coluna todas as terças do mês de março.

Para inserir todas as terças do mês de março, digite a data do primeiro dia do mês na primeira linha da primeira coluna, selecione a coluna inteira, vá até a aba “Página Inicial”, selecione o comando “Série” no grupo “Edição”, preencha os campos da janela Série com as seguintes informações e clique em “Ok”:
  • Série em: Colunas
  • Tipo: Data
  • Unidade de data: Dia da semana
  • Incremento: 5
  • Limite: 31/03/2022
O resultado é uma coluna preenchida com todas as terças do mês de março:


Sequência por mês

Na sequência por mês vamos inserir na primeira coluna o mês de cada trimestre do ano de 2022 até 2025.

Para inserir todos os trimestres, digite a data do primeiro dia do mês de início, na primeira linha da primeira coluna, selecione a coluna inteira, vá até a aba “Página Inicial”, selecione o comando “Série” no grupo “Edição”, preencha os campos da janela Série com as seguintes informações e clique em “Ok”:
  • Série em: Colunas
  • Tipo: Data
  • Unidade de data: Mês
  • Incremento: 3
  • Limite: 31/12/2025
O resultado é uma coluna preenchida com todos os meses de cada trimestre do ano de 2022 até 2025:


Sequência por ano

Na sequência por ano vamos inserir na primeira coluna o primeiro dia do ano de 2022 até 2030.

Para inserir todos os anos, digite a data do primeiro dia, na primeira linha da primeira coluna, selecione a coluna inteira, vá até a aba “Página Inicial”, selecione o comando “Série” no grupo “Edição”, preencha os campos da janela Série com as seguintes informações e clique em “Ok”:
  • Série em: Colunas
  • Tipo: Data
  • Unidade de data: Ano
  • Incremento: 1
  • Limite: 31/12/2030
O resultado é uma coluna preenchida com o primeiro dia de todos os anos do ano de 2022 até 2030:


Em todos os exemplos de sequência de datas usamos colunas, mas podemos inserir as datas nas linhas ao invés de colunas. Para inserir em linhas vá até a janela “Série”, selecione “Linhas”, no grupo de opções “Série em”.

Com os exemplos descritos acima, você pode experimentar novas combinações e criar as suas próprias séries de datas, de acordo com sua necessidade. Essa é mais uma forma de fazer preenchimento automático nas planilhas do Excel.

Leia a seguir

13 de dezembro de 2021

Como ordenar e filtrar colunas no Excel

O Excel facilita ordenar e filtrar dados em suas tabelas a partir do recurso de classificar e filtrar usando o cabeçalho da tabela. Com os dados ordenados as informações ficam mais claras e fáceis de visualizar, facilitando a interpretação dos dados.

Vamos mostrar como ordenar e filtrar os dados da tabela do Excel por valor, texto, data e cor.

Como ordenar e filtrar as colunas

Antes de iniciar a ordenação das colunas é necessário ativar a função filtrar das células dos cabeçalhos das colunas.

Abra a planilha com os dados. Selecione as colunas da linha do cabeçalho.


Vá até a aba “Dados”, no grupo “Classificar e Filtrar” clique em "Filtro''.


O Excel exibe no cabeçalho uma seta para baixo ao lado direito do nome de cada coluna.

Como ordenar e filtrar as colunas por valor

Localize a coluna que possui valores numéricos que deseja ordenar e clique na seta para baixo, localizada ao lado do nome do cabeçalho da coluna. Observe que o Excel apresenta o menu de contexto com vários itens, os quais destacamos:
  • Classificar do Menor para o Maior: Ordena os dados da coluna do menor valor numérico para o maior valor.
  • Classificar do Maior para o Menor: Ordena os dados da coluna do maior valor numérico para o menor valor.
  • Filtros de Número: Ordena os dados de forma personalizada permitindo um ajuste mais preciso na ordenação dos valores. Nesta opção existem várias formas como por exemplo, ordenar os números que são iguais (item “É Igual a…”) ou diferentes (item “É Diferente de…”) de um determinado valor, ou estão entre um valor mínimo e um valor máximo (item "Está Entre…”).

Como ordenar e filtrar as colunas por texto

Localize a coluna de texto que deseja ordenar e clique na seta para baixo, localizada ao lado do nome do cabeçalho. Observe que o Excel apresenta o menu de contexto com vários itens, os quais destacamos:
  • Classificar de A a Z: Ordena os dados da coluna em ordem alfabética de A até Z.
  • Classificar de Z a A: Ordena os dados da coluna em ordem alfabética de Z até A.
  • Filtros de Texto: Ordena os dados de forma personalizada. Nesta opção existem várias formas como por exemplo, ordenar o texto que é igual (item “É Igual a…”) ou diferente(item “É Diferente de…”) de um determinado texto.

Como ordenar e filtrar as colunas por data

Localize a coluna de data que deseja ordenar e clique na seta para baixo, localizada ao lado do nome do cabeçalho da coluna. Observe que o Excel apresenta o menu de contexto com vários itens, os quais destacamos:
  • Classificar do Mais Antigo para o Mais Novo: Ordena os dados da coluna em ordem crescente de data.
  • Classificar do Mais Novo para o Mais Antigo: Ordena os dados da coluna em ordem decrescente de data.
  • Filtros de Data: Ordena os dados de forma personalizada. Nesta opção existem várias formas como por exemplo, ordenar os dados com data do próximo mês (item “Próximo Mês…”) ou do mês passado (item “Mês Passado”).

Como ordenar e filtrar as colunas por cor

Localize a coluna que possui as células, com cor de fundo colorido, que deseja ordenar e clique na seta para baixo, localizada ao lado do nome do cabeçalho da coluna. Observe que o Excel apresenta o menu de contexto com vários itens, os quais destacamos:
  • Classificar por Cor: Ordena os dados exibindo nas primeiras linhas os dados com a cor de fundo selecionada.
  • Filtrar por Cor: Exibe somente os dados com a cor de fundo selecionada.

Fazendo a classificação pela cor verde, observe na figura abaixo, são exibidos os dados das células com cor de fundo verde, nas três primeiras linhas. Quanto aos dados filtrados pela cor verde, observe que não são mais exibidos os dados com as outras cores.


Com os recursos para ordenar e filtrar os dados da planilha do Excel, podemos facilmente organizar e interpretar os dados das tabelas.

29 de novembro de 2021

Como criar tabela dinâmica no Excel

A tabela dinâmica é uma tabela onde são exibidas informações organizadas de forma resumida e com cálculos realizados automaticamente, quando houver dados modificados na tabela. O Excel cria uma tabela dinâmica a partir de dados existentes em planilhas. 

Vamos ver como criar uma tabela dinâmica, juntamente com o respectivo gráfico dinâmico, que totaliza as vendas por funcionário, a partir de uma planilha com as informações de vendas. Se prefere o tutorial no formato de vídeo, assista ao vídeo no final da página.

Especificação da tabela dinâmica

A tabela de origem possui o nome da loja, dos funcionários e as vendas realizadas por cada funcionário. Existem duas tabelas dinâmicas, como exemplo na figura, a tabela 1, mostra a tabela dinâmica com a soma de vendas por funcionários e a tabela 2 mostra a tabela dinâmica com a soma de vendas por loja.


Antes de gerar a tabela dinâmica certifique-se de colocar um nome descritivo para cada coluna e verificar se não existem células vazias ou com dados duplicados. Essa verificação é importante para obter uma tabela dinâmica de fácil interpretação e com os valores dos cálculos corretos. Não queremos obter, por exemplo, uma contagem de valores que inclui uma célula que não possui dados.

A especificação de tabela que usamos é uma representação de dados em linhas e colunas. Na planilha do Excel nos referimos da mesma forma, os dados estão em linhas e colunas. Quando trabalhamos com tabela dinâmica, para facilitar o entendimento e o uso dos dados, vamos chamar cada coluna como “campo”.

No nosso exemplo as colunas Lojas, Funcionários e Vendas são os campos "Lojas", "Funcionários" e "Vendas".

Ao iniciar a criação da tabela dinâmica é mais fácil começar pelos campos de valores numéricos. No nosso exemplo, o campo de valores é “Vendas”.


Criando a tabela dinâmica

Abra a planilha Excel com a tabela de origem, vá até a guia “Inserir”, clique em “Tabela Dinâmica” e escolha “Da Tabela/Intervalo”.

O Excel abre a janela “Tabela Dinâmica da tabela ou intervalo”. 


No campo “Selecione uma tabela ou um intervalo” preencha com o intervalo onde estão os dados. A forma mais fácil é selecionar todas as células da tabela com os dados, para que o Excel preencha o campo com o intervalo correto dos dados.

No campo “Escolha onde você deseja colocar a tabela dinâmica” existem duas opções:

  • Nova Planilha: O Excel cria a tabela dinâmica em uma planilha nova, localizada à esquerda da planilha que contém a tabela com a origem dos dados.
  • Planilha Existente: O Excel cria a tabela dinâmica em uma planilha já existente na Pasta de Trabalho. Se selecionar esta opção, deve definir a célula da planilha para criar a tabela dinâmica, preenchendo o campo “Local”.

No nosso exemplo vamos selecionar a opção “Planilha Existente”. 

O Excel vai exibir na planilha uma área a partir da célula selecionada, com o espaço para os dados da tabela dinâmica e o painel “Campos da Tabela Dinâmica”, para definirmos o formato da nossa tabela dinâmica.


Vamos montar a tabela dinâmica para exibir a soma de vendas por funcionário. A forma mais fácil de começar é através de um campo numérico.

Normalmente os campos não numéricos são adicionados a “Linhas”, as hierarquias de data e hora são adicionadas a “Colunas” e os campos numéricos são adicionados a “Valores”.

No painel “Campos de Tabela Dinâmica” arraste o campo “Vendas” para a área do campo “Valores” e o campo “Funcionários” para a área do campo “Linhas”.


A tabela com a soma de vendas por funcionário fica dessa forma:


Ao invés de obter a soma das vendas podemos obter a contagem de vendas por funcionário, simplesmente alterando as configurações do campo de valor. 

No painel “Campos da Tabela Dinâmica” clique em “Soma de Vendas” e “Configurações do Campo de Valor”.

Na janela “Configurações do Campo de Valor”, na aba “Resumir campo de valor por” escolha “Contagem”.


Se quiser fazer a tabela dinâmica com a soma de vendas por loja ao invés de por funcionário, siga o mesmo procedimento anterior, só que ao invés de usar o campo “Funcionários” no momento de definir a tabela dinâmica, use o campo “Lojas”.

Para facilitar a visualização dos dados podemos criar um Gráfico Dinâmico a partir dos dados da tabela dinâmica criada.

Criando o gráfico dinâmico

Selecione qualquer célula dentro da tabela dinâmica para exibir a aba “Tabela Dinâmica Analyze” e clique em “Gráfico Dinâmico”.


Na janela “Inserir Gráfico” escolha o formato do gráfico que melhor representa seus dados. Para o nosso exemplo, vamos selecionar o gráfico de barras.


Resultado de nossa tabela dinâmica com o gráfico dinâmico na mesma planilha.


Atualizando os dados da tabela dinâmica

Uma vez que a tabela dinâmica está pronta, pode alterar os dados ou inserir novas informações na tabela de origem. Quando fizer qualquer tipo de alteração é necessário atualizar a tabela dinâmica, para visualizar as informações atualizadas.

Selecione qualquer célula dentro da tabela dinâmica para exibir a aba “Tabela Dinâmica Analyze” e clique em “Atualizar”.

No nosso exemplo optamos em criar a tabela e o gráfico dinâmico na mesma planilha, mas se a tabela de origem tiver uma quantia grande de dados é melhor criar a tabela dinâmica em uma nova planilha, para ter espaço e trabalhar com inserção de mais dados.

Assista ao vídeo de como criar uma tabela dinâmica no Excel, juntamente com o gráfico dinâmico que representa os dados da tabela.

Leia a seguir

Assine a Newsletter