Protegendo a sua privacidade online

Por: Davi Gomes



Por que a privacidade é importante

Estamos tão acostumados a compartilhar coisas online que não pensamos mais sobre como isso afeta nossa privacidade. Todo mundo sabe o nome do seu animal de estimação, onde você estudou, onde trabalha e mesmo quando está de férias.

Essa janela da sua vida permite que seus amigos e familiares saibam o que você está fazendo. Mas também pode fornecer aos invasores informações que eles poderiam usar para acessar seus dados e roubar sua identidade. As informações pessoais daqueles com quem você se conecta online também podem estar em risco.

É importante estar ciente de quanto você está compartilhando online e com quem está compartilhando.

Depois de publicar algo online, você perde o controle de onde as informações são enviadas e de quem pode usá-las.

Você também cria uma impressão digital de si mesmo através de sua atividade online. Quanto mais ativo você estiver na internet, mais forte será a impressão digital.

Essa impressão digital - composta de suas informações pessoais - é altamente valiosa para empresas de marketing que as compram e hackers que podem usá-las a seu favor, frequentemente para obter dinheiro.

Quando seus dados vazam, acidental ou intencionalmente, são compartilhados com todos, incluindo pessoas que você não conhece ou não confia.

Como proteger sua privacidade

Há várias coisas que você pode fazer para proteger a privacidade de suas informações online, mas uma das mais importantes é pensar cuidadosamente antes de compartilhar qualquer tipo de informação.

Uma boa abordagem é compartilhar informações pessoais online somente quando você souber:
      Quem está pedindo e
      Por que ela ou ele quer isso?

Quanto aos hackers, eles não perguntam se você quer compartilhar as suas informações, mas as roubam enquanto você está navegando online. A forma mais eficiente de se proteger contra eles é ativando uma VPN para criptografar toda a informação que transita pela internet.

Esteja ciente de como as empresas com as quais você lida normalmente entram em contato com você. Se uma solicitação de informações for diferente ou não parecer correta, é possível que não seja. Por exemplo, seu banco nunca enviará um e-mail com um link para serviços bancários online e solicitará que você faça login.

Verifique se as solicitações são legítimas antes de compartilhar seus detalhes. Legalmente, as empresas só podem solicitar informações necessárias para conduzir seus negócios. Portanto, se uma empresa solicitar informações, pense no porquê é necessário que elas as tenham. Se você não tiver certeza, ligue para eles e pergunte primeiro.

Você pode pedir para ver quais dados seus eles têm e pode alterá-los.
Descubra seus direitos de privacidade!

Reserve um tempo para analisar suas conexões online e o que você escolhe compartilhar com elas. Existem algumas coisas simples e práticas que você pode fazer para ajudar a manter suas informações pessoais seguras.

Privacidade nas redes sociais

Plataformas de mídia social como Facebook e Instagram tornaram-se mais do que apenas um lugar onde compartilhamos fotos de nossos animais de estimação. É também um mercado comercial, com muitas empresas optando simplesmente por ter uma presença nas mídias sociais e por suas vendas e promoção, em vez de sites, por exemplo.

Dado todo o compartilhamento que acontece nesses sites de mídia social, eles se tornaram uma rica fonte de dados e informações para quem deseja coletá-lo para fins legítimos e ilegítimos.

Existem algumas coisas importantes a fazer para manter sua privacidade nas mídias sociais:

      Verifique as configurações de privacidade em suas contas de mídia social. Defina-as para que apenas seus amigos e familiares possam ver todos os seus detalhes.
      Desconfie de questionários e competições online. Você já viu os divertidos testes no Facebook - aqueles que perguntam que tipo de animal você é? Embora pareçam um pouco de diversão inofensiva, verifique a quantidade de informações pessoais que eles desejam que você forneça para ter acesso. Essas informações são usadas para criar um perfil de você e seus amigos, que são vendidas para as empresas por suas campanhas de marketing direcionadas.
      Limpe o seu perfil de mídia social ou deixe de seguir as páginas e deixe grupos nos quais você não tem mais interesse.
      Reserve alguns minutos para revisar suas opções de privacidade em suas contas de mídia social e serviços online.